O coordenador e os projetos – Entrevista: Vera Placco

Vera Placco da PUC-SP

A professora Vera Placco da PUC-SP foi entrevistada pelo Aprender com Projetos sobre pontos importantes da Aprendizagem Baseada em Projetos. Qual o papel do coordenador pedagógico? Qual a importância da avaliação processual? Veja as respostas da professora.

Vera Placco é professora titular do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Entrevista por Claudia Zuppini

Qual o papel do coordenador pedagógico no acompanhamento dos projetos desenvolvidos em sala de aula?

Nosso pressuposto é que o papel central do CP é o de formador de seus professores (formação em serviço, portanto), além de ser articulador e transformador da realidade educacional.
Esse papel articulador e transformador envolve, necessariamente, o planejamento pedagógico, saber elaborar propostas pedagógicas interessantes, buscar melhorias constantes para o ensino, a aprendizagem dos alunos e a superação das dificuldades destes. Além disso, é fundamental que o CP estabeleça bons relacionamentos na escola, saiba ouvir e aceitar opiniões, sendo comunicativo e dinâmico. Ter um espírito de liderança, ser forte, objetivo e claro, além de seu comprometimento e envolvimento com a equipe escolar, lhe possibilitará essa atuação em todas as áreas, articulando o grupo e criando soluções criativas e inovadoras. Essas ações formam a equipe de professores e gestores, possibilitando a união de todos nas decisões de melhoria da escola para o aprendizado do aluno. Acredito que, se essas funções são exercidas a contento, torna-se possível e facilitado o acompanhamento de projetos desenvolvidos na escola, pelo CP.

A avaliação processual é um importante instrumento de acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Poderia nos dizer um pouco sobre essa avaliação? Como ela poderia ocorrer para que haja progresso na aprendizagem dos alunos?

Para que todo o processo de trabalho explicitado acima possa ser realizado, é fundamental que essa equipe, coesa e participativa, planeje, ao lado dos passos do próprio projeto, com clareza de objetivos em relação à aprendizagem dos alunos (que ganhos estão previstos), também o processo avaliativo, prevendo ações, atividades e critérios que possibilitem responder, a cada momento, em que medida o projeto avança na direção dos objetivos e em que medida o faz satisfatoriamente.
No acompanhamento das ações desencadeadas pelo projeto, todos são responsáveis pelo seu êxito e devem ser previstos momentos em que os processos avaliativos tenham lugar.
A revisão dos passos de execução do projeto e a adequada utilização (ou revisão, se se fizer necessário) dos critérios de avaliação estabelecidos são aspectos essenciais para que se implemente uma avaliação processual digna desse nome, isto é, que aconteça ao longo do processo, com abertura e humildade de todos para reconhecer as falhas e buscar caminhos para a superação das dificuldades. Nesse processo, mais uma vez, o papel articulador e de liderança do CP é essencial.

Anúncios

5 Responses to O coordenador e os projetos – Entrevista: Vera Placco

  1. Maria Júlia says:

    Bom dia, gostaria de parabenizar a equipe do Aprender com Projetos pela exelente entrevista com a professora Vera Placco .
    Trabalho em uma escola estadual , e fico muito contente com a possibilidade de executar projetos educacionais pois existe uma real determinação de funções, dessa forma todos participam ativamente de todo o processo de aprendizagem.
    Hoje trabalhamos uma nova realidade educacional, temos que dar suporte aos alunos com deficiência em nossas escolas, eu vejo que os projetos podem englobar também estes alunos.

  2. Rosângela Alves Gomes says:

    A prof. Vera, em poucas palavras, disse tudo. Com clareza e objetividade definiu o papel de quem coordena o trabalho pedagógico numa escola.
    O acompanhamento constante do projeto é fundamental para que o coordenador possa ir alinhavando os diferentes pensares e modos de agir de todos que pertencem à comunidade escolar. Assim como o professor faz a mediação com seus alunos, o coordenador pedagógico faz a mediação com o professor. Não cabe a ele ditar normas de construção de um projeto mas desafiar, instigar e fornecer pistas, alimentar teoricamente e estimular os professores para que estes construam conhecimento sobre sua prática.
    Além disso, cabe a ele incentivar e buscar alternativas para que o projeto desenvolvido salte para fora dos muros da escola.

  3. Pingback: Tweets that mention O coordenador e os projetos – Entrevista: Vera Placco « Aprender com Projetos -- Topsy.com

  4. ESTELA REGINA MANCINI AVELINO says:

    A PROFESSORA VERA DISSE TUDO. REALMENTE O PC É UM ARTICULADOR E MEDIADOR . QUANDO PERCEBEMOS QUE O PLANEJADO DEU CERTO , ÓTIMO; MAS QUANDO NÃO DEU AS ANGÚSTIAS , OS MEDOS TOMAM CONTA ,O PCE A EQUIPE ESCOLAR PROCURAM JUNTOS VER ONDE PODE SER CORRIGIDO.É DESSE ESPÍRITO DE LIDERANÇA QUE NECESSITAMOS.SEMPRE PENSANDO NOS NOSSOS ALUNOS.

  5. Agradecemos seus excelentes comentários que serão repassados à professora. Enviem suas ideias sobre projetos de aprendizagem para certificação da Intel e Instituto Crescer https://aprendercomprojetos.wordpress.com/2011/01/18/preencha-o-projeto-para-certificacao-online/

    []s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s