Projeto: Salvar árvores por Ana Maria Assolini

A Semana do Meio Ambiente é uma época muito importante nas escolas. Por isto, a professora Ana Maria Lovatti Assolini pensou no projeto Salvar as Árvores. Seu projeto é resultado da conclusão do curso Aprendizagem Baseada em Projetos, com certificação Intel e Instituto Crescer. Ana Maria também foi premiada com o acesso aos mais de 1200 livros da Biblioteca Virtual da Editora Pearson.

Conheça o projeto.

NOME DO PROFESSOR(ES):  ANA MARIA LOVATTI ASSOLINI

INSTITUIÇÃO: EMEFEI “VEREADOR OSVALDO LUIZ DA SILVA”

CIDADE: NOVA ODESSA

ESTADO: SÃO PAULO

E-MAIL DE CONTATO: anamarialovattiassolini@yahoo.com.br

INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO

NOME DO PROJETO: PROJETO SALVAR ÁRVORES

DISCIPLINA(S) ENVOLVIDA(S): CIÊNCIAS, MATEMÁTICA, ARTES, LÍNGUA PORTUGUESA, HISTÓRIA , GEOGRAFIA E MEIO AMBIENTE.

SÉRIE(S) PARA QUAL É INDICADO: 5º ANO ENSINO DO FUNDAMENTAL

TEMPO APROXIMADO DE DURAÇÃO: 120 DIAS PRORROGÁVEL POR MAIS 30 DIAS. INÍCIO DO PROJETO EM FEVEREIRO E CONCLUSÃO EM JUNHO, NA SEMANA DO MEIO AMBIENTE.

METAS ESPECÍFICAS DE APRENDIZAGEM

ESPERA-SE QUE O ALUNO:
FAÇA USO CONSCIENTE DE PAPEL NA ESCOLA E EM CASA, TRAGA DE VOLTA AO CICLO PRODUTIVO PAPÉIS QUE JÁ FORAM USADOS E EMPREGUE NA CONFECÇÃO DE NOVOS OBJETOS.
DESENVOLVA UMA CONSCIÊNCIA CRÍTICA A RESPEITO DO DESPERDÍCIO DE PAPEL E DOS IMPACTOS AMBIENTAIS E SOCIOECONÔMICOS GERADOS POR ELE.
SEJA CAPAZ DE TRABALHAR DE FORMA INTEGRADA OS CONTEÚDOS DE DIFERENTES DISCIPLINAS.
APRENDA A BUSCAR INFORMAÇÕES EM DIFERENTES FONTES.
SAIBA ANALISAR A REALIDADE COM INFORMAÇÕES COLETADAS PROCURANDO LEVANTAR HIPÓTESES E BUSQUE RESPOSTAS E/OU SOLUÇÕES CRIATIVAS PARA AS SITUAÇÕES PLANEJADAS.
SEJA CAPAZ DE TRABALHAR EM EQUIPE, PLANEJAR, DECIDIR E LIDAR COM CONFLITO.
FAÇA USO CONSCIENTE DAS FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E DESCARTE CONTEÚDOS NÃO CONFIÁVEIS.
QUESTÃO ESSENCIAL (QE)
COMO PEQUENAS ATITUDES PODEM FAZER GRANDES DIFERENÇAS NO MEIO AMBIENTE?
QUESTÕES DE AULA (QAs)
QUAL É O LIXO QUE MAIS PRODUZIMOS EM NOSSA SALA DE AULA?
TODO PAPEL QUE JOGAMOS É LIXO?
O QUE VOCÊ ENTENDE POR CONSUMO CONSCIENTE?
CONSUMISMO X MEIO AMBIENTE: QUAL A SUA POSTURA?
QUESTÕES DE CONTEÚDO (QCs)
O QUE SÃO RECURSOS NATURAIS?
QUAIS VANTAGENS A RECICLAGEM DO PAPEL PODE TRAZER PARA O MEIO AMBIENTE?
QUANTOS QUILOS DE PAPEL SÃO NECESSÁRIOS PARA SALVAR UMA ÁRVORE?
QUAL A PRINCIPAL MATÉRIA PRIMA PARA A FABRICAÇÃO DO PAPEL?

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÃO

INDICADOR ESTRATÉGIA OBJETIVO
ANTES DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Ideias levantadas pelos alunos antes de iniciar as atividades relativas ao projeto. Tempestade de ideias Resgatar os conhecimentos prévios dos alunos e avaliar seus conhecimentos para planejar a aula.
Ideias, indagações e dúvidas referentes ao tema. 

Levantamento de hipóteses, justificativa, e explicação das questões estruturais.

Tabela S-I-A-R 

 

Levar os alunos a estabelecerem relações antes de uma exploração minuciosa do conteúdo. 

Direcionar o pensamento dos alunos sobre o que eles já sabem, querem e ainda é preciso aprender a respeito do tema.

 

Participação; desempenho individual dos integrantes do grupo; compartilhamento das ideias. Observações e Fichas de eventos casuais Captar observações sobre os alunos enquanto eles trabalham no grupo a fim de promover a aprendizagem. 

Definir metas e elaborar planos e cronogramas.

DURANTE A EXECUÇÃO DO PROJETO
Ideias centrais do vídeo ou filme, opiniões, posição (comparação entre o plano real e imaginário), nível de compreensão, relatos e reflexão. 

Conscientização e sensibilização.

Indicadores da rubrica: tema; conteúdo; criatividade;comunicação.

Relatar fatos acontecidos no filme como forma de desenvolvimento crítico 

Questionário

Observações e Rubrica de vídeo

Promover a capacidade de avaliar, analisar e interpretar os conteúdos do vídeo “De onde vem o papel” e do filme Wall-e. 

Resgatar a consciência ambiental através do filme “Wall-e”.

Registro de ideias, de atividades individuais e do grupo e reflexão. 

Aprendizagem: busca e organização das informações; mudanças de atitudes e conceitos.

Indicadores da rubrica: Identificando informações importantes; avaliando recursos; fazendo deduções; aprendendo de forma independente; comunicando.

 

Mapas conceituais 

Diários e Rubrica de Raciocínio Crítico

Ajudar o aluno a organizar e representar as ideias graficamente. Ajudar o aluno a reconhecer o conhecimento adquirido e relacioná-lo a seu conhecimento prévio.        Problematizar para investigar a aprendizagem.                          Orientar os alunos a elaborar uma rubrica de raciocínio crítico.
Tarefas, planejamento e colaboração. 

Relações interpessoais.

Opiniões que os alunos manifestam sobre o assunto.

Posturas que exibem em situação de conflito.

 

Lista de Verificação de Observação da Colaboração 

 

Concluir as tarefas atribuídas. 

Servir da lista de verificação para avaliar as capacitações de colaboração do grupo, opiniões e posturas.

Levar o aluno a desenvolver o senso crítico buscando em diferentes fontes tudo que envolve o tema.

Contribuição; cooperação; metacognição; solução de problemas; ouvir atentamente. Rubrica da colaboração 

 

Desenvolver valores, posturas e atitudes positivas nos alunos. 

Levar o aluno a reconhecer que existe igualdade de direitos.

Uso adequado de tecnologias e mídias. 

Relatos, Questionários, Atividades Matemáticas e Estatística

 

Observar os alunos durante as pesquisas e analisar o desenvolvimento das atividades práticas. 

 

Propiciar aos alunos recursos que ajudem a desenvolver capacidades de resolver problemas estimulando- os e apresentando o conteúdo de maneira clara e objetiva, mas de forma que provoque curiosidade e interesse. 

Alertar os alunos quanto ao uso de ferramentas tecnológicas confiáveis que garantem a veracidade das informações.

DEPOIS DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Guia para se autoavaliar e tecer comentários construtivos antes da conclusão da apresentação do projeto. 

Indicadores da Rubrica: Conteúdo do discurso (Introdução, corpo e conclusão); discurso (voz, familiaridade com o público, objetivo, recursos); ouvindo atentamente (linguagem corporal, perguntas, interpretação); discussão (linguagem corporal, participação, pensamento crítico).

Guia de pontuação da apresentação 

Rubrica de comunicação

Avaliar as capacidades de comunicação verbal e a qualidade do conteúdo da pesquisa.
Voltar a Questão Essencial e de Aula. Refletir sobre o que aprenderam, além do conteúdo, e verificar se o projeto contribuiu para desenvolver atitudes conscientes importantes e fundamentais para a conservação do meio ambiente. Reflexões Aprender a avaliar a própria aprendizagem revendo os pontos fortes e fracos do trabalho visando ao seu aprimoramento.

Distribuição e cronograma de atividades

DATA Atividades conduzidas pelo professor Tarefas individuais Tarefas em grupo Conexões com a comunidade
ANTES DA EXECUÇÃO DO PROJETO
1ª semana 1º dia – Apresentar aos alunos o cenário e tema do projeto. Perguntar à turma o que sabem a respeito do assunto e anotar todos os comentários. 2º dia – Participar da atividade “Tempestade de ideias”. 

 

3º dia – Elaborar coletiva- mente uma carta que será enviada aos pais infor-mando sobre as expec-tativas e o cronograma do projeto. ____________ 

 

2ª 

semana

1º dia – Levantamento das expectativas em relação aos grupos quanto à realização das tarefas-chave e responsabilidades durante a realização do projeto. 2º dia – Preencher a tabela S-I-A-R. 

Enviar aos pais, a carta redigida e revisada do projeto e uma solicitação pedindo apoio e colaboração.

1º dia – Criar uma enquete para saber qual o destino do lixo domiciliar gerado em casa e na comunidade. 

3º dia – Alunos se reúnem para discutir o projeto, determinar as metas, dividir as tarefas e escrever um Boletim informativo.

3º dia – Pais, professores, colegas da escola e comunidade são convidados a participar do projeto.
DURANTE DA EXECUÇÃO DO PROJETO
3ª 

semana

1º dia – Propor aos alunos que não joguem os papéis que não serão mais utilizados no lixo comum, sem amassar, e oferecer um recipiente para acondicioná-los. 

Orientar e esclarecer os alunos para que possam explicar aos demais participantes.

2º dia – Discutir as Questões Estruturais do Currículo.

1º dia – Fazer uma pesquisa para saber que papéis podem ou não ser reciclados. 

2º dia – Formular hipóteses sobre as questões estruturais elencadas.

1º dia – Verificar as classes que participarão do projeto. Explicar como será feita a coleta dos papéis que são ou não são recicláveis, seu acondicionamento e o tempo que será efetuada (10 semanas). 

3º dia – Recolher todos os papéis que foram coletados em casa e na escola classificando os papéis que podem ser reutiliza- dos, reciclados ou inutilizados. Fazer a contagem de todos os papéis registrando cada turma no diário de Matemática. Isso será feito todas as sextas-feiras até completar as 10 semanas.  No final da quinta e décima semanas serão feitas a pesagem do material.

3º dia – Colaboração das turmas participantes na entrega do material coletado e monitoramento do trabalho dos grupos para verificar possíveis falhas na separação, contagem e pesagem.
4ª 

semana

1º dia – Propor aos alunos que registrem os dados coletados em uma tabela. 

2º dia – Mostrar aos alunos imagens de papéis antigos e pedir para pesquisarem sobre a origem e história do papel seguindo o roteiro de atividades que cada grupo deverá desempenhar e sugerir fontes para pesquisa.

1º dia – Construir a tabela e o gráfico organizando os dados coletados de todas as turmas referentes à quantidade de papéis coletados. 2º dia – O grupo divide as tarefas de pesquisa. 

3º dia – Cada grupo irá discutir sobre a pesquisa e depois compartilhar com a classe.

Registrar a contagem do material coletado.

2º dia – Pais e adultos auxiliam na pesquisa para que obtenham resultados confiáveis à proposta do estudo.
5ª 

semana

1º dia – Organizar os alunos em dupla nos computadores e apresentar o recurso do site do Portal do Professor: “De onde vem o papel?” e abordar questões sobre o conteúdo. 

Num segundo momento assistir no Discovery Vídeos “Árvore+ árvore” e no You Tube “Campanha árvore da vida”.

Após a apresentação dos vídeos promover uma discussão sobre o reflorestamento e, também,  se esse procedimento é viável e supre a demanda.

 

1º dia – Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados da 1ª semana. 

Expressar opiniões sobre o vídeo “De onde vem o papel” e verificar o que entenderam e aprenderam. Participar da discussão e preencher a rubrica de vídeo.

2º dia – Retomar o conteúdo dos vídeos e responder ao questionário.

3º dia – Fazer um desenho relacionando o uso do papel ao desmatamento fazendo uma contraposição entre uso racional e uso indiscriminado.

1º dia – Duplas compartilham os computadores e assistem aos vídeos e fazem anotações. 

1º dia – Grupos decidem fazer uma visita de campo em uma fabrica de papel.

2º dia – Relacionar o processo de produção do papel à sua matéria-prima. Discutir o uso racional e o indiscriminado do papel.

3º dia – Registrar a contagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

Expor no mural da escola os desenhos, as tabelas e os gráficos.

 

_________________
6ª 

semana

1º dia – Sensibilização – Apresentar a sinopse do filme Wall-e. Fazer um levantamento para saber quem já assistiu e discutir alguns pontos relevantes. 1º dia – Assistir ao filme e responder o questionário. 

3º dia – Os alunos devem fazer a distribuição dos boletins informativos.

2º dia – Desenvolver uma campanha na escola para “Salvar árvores” através de arrecadação de jornais. Montar um gráfico pictórico e um boletim informativo para divulgação. 

3º dia – Registrar a contagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

Começar a organizar a campanha que terá duração de 60 dias.

Boletim informa a comunidade sobre a campanha. Professores, pais, catadores de papel da comunidade e pessoas que trabalham com reciclagem devem se reunir para discutir sobre destino do papel.
7ª 

semana

1º dia – Conversar com os alunos sobre refloresta- mento, uso de computadores e escassez de matéria-prima na fabricação do papel. 

2º dia – Introduzir o tema “Reciclagem”. O que significa? Por que é necessário reciclar? Quais os benefícios que este procedimento traz para o planeta Terra?

1º dia – Levantar hipóteses sobre o consumo consciente do papel e possíveis soluções para evitar o desmatamento. 

2º dia – Fazer o desenho do símbolo internacional da reciclagem.

3º dia – Responder questões sobre recursos naturais. Quais recursos são poupados com a reciclagem do papel.

2º dia – Discutir sobre os benefícios da reciclagem para o meio ambiente através do texto informativo “Vantagens de reciclar papel”. Compartilhar com os colegas. 

3º dia – Registrar a contagem e pesagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

 

_________________
8ª 

semana

1º dia – Explorar com os alunos a leitura e interpretação dos gráficos e tabelas. Trabalhar com levantamento de hipóteses e com conceito de proporcionalidade. 

2º dia – Orientar na confecção dos cartazes.

1º dia – Juntar todos os dados coletados até o momento e construir uma única tabela e um único gráfico. 

Ler e interpretar todos os gráficos e tabelas fazendo comparações entre eles.

 

2º dia – Confeccionar cartazes, visando sensibilizar as turmas em relação ao mau uso do papel, contendo comparações com outras grandezas e uma análise por escrito. 

3º dia – Registrar a contagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

As turmas participantes discutem os resultados expostos em cartazes no mural da escola.
9ª 

semana

1º dia – Ajudar o aluno a construir o conceito de proporcionalidade direta. 

2º dia – Orientar os alunos na construção do roteiro de entrevista.

1º dia – Resolver problemas envolvendo grandezas diretamente proporcionais. 2º dia – Preparar roteiro de entrevista para a visita de campo à Conpacel. 

3º dia – Registrar a contagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

__________________
10ª 

Semana

1º dia – Participar da montagem da oficina. 

2º dia – Verificar a atuação dos grupos.

3º dia – Fazer um relatório do processo de reciclagem do papel. 

 

1º dia – Colaborar na montagem da oficina. 

2º dia – Preparação da oficina de reciclagem para iniciar o trabalho de reciclagem o papel.

Fotografar o trabalho dos grupos.

3º dia – Fazer o mapa conceitual do processo de reciclagem de papel.

Registrar a contagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

1º dia – Professor de artes monta conjuntamente com os alunos uma oficina simples de reciclagem de papel. 

 

11ª 

semana

1º dia – Levar os alunos a refletirem sobre consumismo e degradação ambiental. 

2º dia – Acompanhar a realização do balanço e avaliar a participação e colaboração dos alunos.

 

1º dia – Comentar o trecho da “Carta da Terra” que trata dos desafios futuros. 

Escrever o que entenderam.

Pesquisar sobre a técnica do papier collé (papel colado) ou papietagem e o que significa os 4 Rs do consumo consciente.

2º dia – Fazer um balanço da campanha e verificar se precisa de mais incentivo. 

3º dia – Os alunos criam objetos utilizando a técnica de papietagem ou papier collé na aula de Artes.

Registrar a contagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

 

Contatar ajuda extra de pais e especialistas para acompanhar os alunos durante a visita de campo. 

 

12ª 

semana

1º dia – Incentivar os alunos a por em prática os 4 Rs. 

Orientar os alunos para que deixem em ordem os materiais que irão levar e tragam assinadas as autorizações para a visita.

2º dia – Orientar os alunos durante visita de campo.

1º dia – Explicar o que significa cada um dos 4 Rs e porque devemos praticá-los. 

 

2º dia – Visita a Compacel. 

Grupos recebem orienta-ções e dividem tarefas.

3º dia – Fazer um relatório sobre a visita de campo e um desenho do processo de fabricação do papel.  Registrar a contagem e pesagem do material coletado.

Fazer a tabela e o gráfico comparar com os dados anteriores.

1º dia – Professor de Artes 

ensina técnicas  artísticas com papel sucata, recorte e colagem, rasgadura, mosaico e construção de painéis  e convida os pais.

Os objetos confeccionados serão expostos.

13ª 

semana

2º dia – Promover uma discussão entre os alunos para verificar se o projeto contribuiu para diminuir o desperdício pedindo para observar nos gráficos cada resultado registrado. 1º dia – Ler e interpretar as tabelas e os gráficos de todas as semanas. 

Realizar as atividades de comparação de grandezas.

2º dia – Observar os gráficos e verificar se houve mudança de atitude na escola e em casa quanto ao desperdício de papel.

1º dia – Juntar todos os dados coletados fazer uma única tabela e um único gráfico. Expor o resultado final das coletas no mural da escola. 

2º dia – Fazer um balanço da quantidade de jornal coletado durante a campanha.

3º dia – Realizar a pesagem de todo o material coletado e registrar.

Ajudar na pesagem do jornal arrecadado. 

Providenciar uma balança caso não haja na escola.

14ª 

semana

1º dia – Elaborar situações- problema para que os alunos possam analisar como o desperdício causa prejuízo à natureza. 1º dia – Resolver situações- problema. 

 

2º dia – Através do resultado final da campanha calcular quantas árvores serão salvas com a reciclagem dos jornais arrecadados. 

Fazer um cartaz para expor no mural.

3º dia – Fazer os convites com o papel reciclado para que comunidade venha prestigiar a exposição e apreciar o debate.

 

1º dia – Professor de artes 

ensaia um teatrinho de bonecos feito de papel para apresentar na última semana do projeto.

15ª 

semana

1º dia – Preparar os alunos para o debate. 

2º dia – Orientar os alunos na elaboração das questões.

3º dia – Observar os grupos na simulação orientando sempre que necessário.

1º dia – Os alunos levantam os assuntos que serão discutidos durante o debate. 2º dia – Elaborar as questões a serem discutidas e os recursos a serem utilizados no debate. 

3º dia – Os alunos fazem uma simulação do debate na sala de aula.

A comunidade recebe o convite para prestigiar a exposição dos objetos confeccionados pelos alunos e comunidade. 

Para participar do debate serão convidadas pessoas envolvidas com coleta seletiva e reciclagem de papel e, também autoridades do município.

 

DEPOIS DA EXECUÇÃO DO PROJETO
16ª 

semana

 

1º dia – Verificar com os alunos o resultado final da enquete e ajudar a organizar a exposição. 

3º dia – Observar a apresentação dos alunos durante o debate.

2º dia – Apreciação do trabalho realizado fazendo observações e críticas.                                3º dia – Refletir sobre a aprendizagem fazendo uma lista de atitudes positivas em relação ao uso, reaproveitamento e reciclagem do papel. 1º dia – Fazer um relato sobre a enquete. 

3º dia – Apresentação do debate com teatrinho e multimídia.

1º dia – Montagem da exposição. 

3º dia – Participar do debate e das palestras educativas.

17ª 

semana

Organizar momentos reflexivos durante a semana para verificar se o projeto contribuiu para desenvolver atitudes conscientes importantes e fundamentais para a conservação e preservação do meio ambiente. Plantar a árvore símbolo do projeto. Exposição dos trabalhos para a comunidade

Anúncios

3 Responses to Projeto: Salvar árvores por Ana Maria Assolini

  1. Rosângela Alves gomes says:

    Achei muito claro e objetivo esse projeto.

    Tenho visto ações semelhantes serem desenvolvidas nas escolas mas não com essa clareza sobre onde se pretende chegar.

    Já vi muita gente boa trabalhando de forma parecida mas sem organizar e planejar com vista a desenvolver objetivos de aprendizagem. Aí, a coisa fica meio solta e vira um evento apenas. Estanque. Bonito, legalzinho a bessa mas que não gera mudanças.

    Outra coisa fundamental e que eu vejo aqui, claramente contemplado é a participação do aluno não apenas na elaboração do projeto nem na sua execução mas, sobretudo, na avaliação.
    Nós, professores, precisamos nos conscientizar de que o aluno crítico e autônomo não nasce do nada. Nasce de um processo onde ele é ouvido e valorizado do começo ao fim.
    Parabens, Ana Maria Assolini!

    Projetos como esse precisam ultrapassar e muito os muros da escola.
    Achei que faltou, talvez, um pouco de ambição nesse sentido. Talvez um documentário com cenas de todo o processo postado no youtube; talvez a manutenção de um blog pelos alunos, postando suas descobertas, pudessem levar a mais pessoas, muito mais pessoas o que de bom nossas escolas são capazes de produzir.
    Um abraço!
    Rô Gomes

  2. equipeabp says:

    Rosângela, suas palavras demonstram o entendimento de projetos. Chama para você também a responsabilidade de que o aluno crítico e autônomo não nasce do nada. Nasce de um processo onde ele é ouvido e valorizado do começo ao fim. Muito bom!

    Quanto à dica, é muito bem vinda, afinal, todos somos autores da realidade.

  3. Michele says:

    Profa. Ana Maria,

    Parabéns pelo Projeto!
    É muito importante que projetos como esse sejam divulgados e sirvam de base para tantos outros temas que tratam a questão da concientização na preservação do meio ambiente.
    Observei que no Cronograma de Avaliação, durante a execução do projeto, você citou a utilização de Mapas Conceituais como uma das estratégias utilizadas. Assim, gostaria de contribuir indicando um software livre chamado Cmaptools, uma ferramenta de fácil utilização para criação de mapas conceituais e pode ser utilizada com alunos a partir do 5º ano.

    Um abraço!
    Michele

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s