Plataforma Projetos Connecting Classrooms

Está no ar a plataforma dos projetos do Connecting Classrooms, confira aqui. Temos também o blog Connecting Classrooms onde vocês podem acompanhar as últimas noticias dos projetos, vejam aqui.

Saiba também informações e inscrições – projeto “Aprendendo com as brincadeiras” aqui.

Informações e inscrições – projeto “Paradas de sucesso” aqui.

Informações e inscrições – projeto “Jovem embaixador” aqui.


Anúncios

Resultado do Sorteio: Projetos Pedagógicos Dinâmicos

Resultado do Sorteio!
Livro:
Projetos Pedagógicos Dinâmicos: A Paixão de Educar e o Desafio de Inovar
 

Foi premiada a professora:

Solange Conceição Ramos da Silva
da E.M. Emígdio Coutinho
Armação dos Búzios – RJ

Conheça o projeto enviado pela professora:

Dramatização do Conto “Os Três Porquinhos”

Sobre o livro:
http://tinyurl.com/livroppd

Envie seu projeto de aprendizagem:
http://tinyurl.com/cadastroabp

Debate Educação, Mobilidade e Aprendizagem por Projetos 19/4 19h

Debate online gratuito sobre Educação, Mobilidade e Aprendizagem por Projetos dia 19 de abril das 19h às 20h com Cristiana Mattos do Colégio Bandeirantes, Martin Restrepo da Editacuja Editora e André Genesini da ABED / Educamos Online.

Internautas podem participar com perguntas e também enviar sua pergunta aqui no blog através dos comentários. A mediação será de Renata Aquino (@renataaquino) e Neli Maria Mengalli (@nelimaria), do Aprender com Projetos e de Luciana Allan, do Instituto Crescer.

O debate será realizado pelo site Twitcam.com e possibilitará também o envio de comentários durante o debate. Após o evento, síntese e gravação serão publicados aqui no Aprender com Projetos.

Saiba mais sobre os participantes;

Cristiana Mattos

Cristiana Mattos

Profa. Dra. Cristiana Mattos (@crismattos) é  formada em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, e tem seu mestrado e doutorado em Instructional Design and Media pela Universidade de Columbia da Cidade de New York. É Coordenadora de Tecnologia Educacional no Colégio Bandeirantes desde 2002, onde implementou um curso de capacitação de professores em tecnologia educacional, coordena projetos de EAD e criou o curso de Ética e Cidadania Digital para todos os funcionários e alunos, onde se discute a segurança na internet.

Martin Restrepo

Martin Restrepo

Martin Restrepo (@mrestrepo) é Especialista em Mobile Learning, Martín é Sócio-Fundador da Editacuja, editora transmídia  que integra tecnologias para o desenvolvimento de ações educacionais e culturais. Fundador do MobileMonday São Paulo, tem contribuído para a democratização do mercado de tecnologias móveis. Também foi Diretor de Operações e Assessor de Projetos Produtivos do TecnoParque Colômbia, programa de fomento à cultura empreendedora do governo da Colômbia.

André Genesini

André Genesini

André Genesini (@temperodaalma) é Mestre em Educação: Currículo pela PUC-SP. Area de Pesquisa Principal: Work based Learning ou Aprender através da prática (para Ensino Superior). Formado em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas – SP (1993). Atualmente é especialista em educação a distância, professor universitário, pesquisador na área de educação.

Luciana Allan

Luciana Allan

Luciana Maria Allan (@lucianaallan) é Diretora Técnica do Instituto Crescer. Formada em Matemática e Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Atua há umas de uma década na área de Informática Educacional, principalmente em atividades relacionadas à formação de professores.

Biblioteca: O vídeo na sala de aula

O curso, Aprendizagem baseada em Projetos, sugere, como uma das estratégias de trabalho em sala de aula, o uso de vídeo.

No texto : O Vídeo na sala de aula, de José Manuel Moran, especialista em mudança em educação a distância e presencial da Universidade de São Paulo, nos fala de forma simples e agradável sobre o tema, confira!

Finalmente o vídeo está chegando à sala de aula. E dele se esperam, como em tecnologias anteriores, soluções imediatas para os problemas crônicos do ensino-aprendizagem. O vídeo ajuda a um bom professor, atrai os alunos, mas não modifica substancialmente a relação pedagógica. Aproxima a sala de aula do cotidiano, das linguagens de aprendizagem e comunicação da sociedade urbana, mas também introduz novas questões no processo educacional.

O vídeo está umbilicalmente ligado à televisão e a um contexto de lazer, e entretenimento, que passa imperceptivelmente para a sala de aula. Vídeo, na cabeça dos alunos, significa descanso e não “aula”, o que modifica a postura, as expectativas em relação ao seu uso. Precisamos aproveitar essa expectativa positiva para atrair o aluno para os assuntos do nosso planejamento pedagógico. Mas ao mesmo tempo, saber que necessitamos prestar atenção para estabelecer novas pontes entre o vídeo e as outras dinâmicas da aula.

Vídeo significa também uma forma de contar multilingüística, de superposição de códigos e significações, predominantemente audiovisuais, mais próxima da sensibilidade e prática do homem urbano e ainda distante da linguagem educacional, mais apoiada no discurso verbal-escrito.”

Veja o texto completo:  http://www.eca.usp.br/prof/moran/vidsal.htm


Biblioteca: Aprendizagem Baseada em Projetos

Você está com dúvidas sobre como formular as questões no seu projeto?
Veja uma passagem do livro “Aprendizagem Baseada em Projetos” do Buck Institute for
Education. Essas dicas podem ser úteis para a formulação da pergunta inicial.

http://www.uspleste.usp.br/digiampietri/ACH0041/questaoOrientadora.pdf